Tipos de Fade



Entre todos os cortes masculinos da actualidade, um dos mais pedidos é o corte em degradê ou Fade Cut. Este estilo de corte é inspirado nos cortes estilo “americano” e “meio-americano”, que conquistaram o mundo durante as décadas de 50 e 60, e tem como inspiração os penteados usados pelos militares americanos.

O corte possui os fios das laterais raspados gradualmente com diferentes tamanhos de comprimentos, criando assim um efeito de sombra ou degradê sem uma marcação evidente. Os mais populares são: O Clássico, Low, Mid, High, Taper e Scissor.




O Clássico

A característica desse corte é uma camada de cabelo intermediária entre o curto e o longo nas laterais e na nuca. Como no topo da cabeça os fios são mantidos longos, deixa-se uma área intermediária entre o curto e o comprido para dar continuidade ao corte sem deixar uma divisão muito marcada.








Low Fade

Este tipo de degradê é marcado numa altura mais baixa do crânio (por isso o “low”, baixo em inglês). Na nuca a máquina é regulada no pente 1 ou zero, para que o terço inicial fique bem raspado. No segundo terço da cabeça, muda-se para um pente maior e assim por diante, até o topo.O fundamental é que não apareça nenhuma marca de divisão de tamanhos dos fios, que devem ter uma sequência natural.






Mid Fade

Este corte é quase o mesmo do anterior, com a diferença de que a linha marcada do degradê começa mais alta na cabeça, mas ainda intermediária (“mid” vem de “middle”, meio em inglês). Subindo mais com o pente 1 ou zero até a metade da parte de trás e das laterais da cabeça e aumentando a altura do pente até os fios do topo.








High Fade

A linha do degradê é mais alta no crânio (“high”, alto no idioma inglês). Nele, as laterais e a nuca são raspadas até bem em cima da lateral do crânio com a máquina pente 1 ou zero (na maioria) até o início do topo da cabeça. A parte de cima não precisa acompanhar a sequência dos fios: eles podem ser bem mais longos, com a linha divisória bem marcada.






Taper Fade

Este Fade é uma variação do primeiro corte, O Clássico. Trata-se de um corte bem geométrico, em que o degradê é bem gradual, sem que haja a divisão mais marcada, como no corte Clássico descrito acima. Começa-se pela nuca com máquina com pente 1 ou 2 e vamos subindo, regulando sempre o pente para número maior. Fazemos uma linha reta nas laterais e terminamos numa franja longa. No acabamento, acertamos o degradê com máquina e pente.









Scissor Fade

Nesse corte máquina não entra: o cabelo é inteiro picotado na tesoura (“scissor”, em inglês) e fica com aspecto mais natural, exigindo que o profissional tenha experiência e uma boa mão em cortes masculinos. Os fios são todos sequenciais, desde a nuca, que é bem curta, até a franja, mais longa. Esse estilo de corte tem aspecto mais natural, sem aquela cara de ‘acabei de sair do barbeiro’.








0 visualização

STAY IN TOUCH !

  • Facebook
  • Instagram

© Copyright 2020 - Preparado por Barbearia da Avenida - All Rights Reserved

 

Livro de Reclamações e Elogios Online

  • Facebook
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now